BATIDA MUSICAL

Agenda, Entrevista, musica

Projeto Mais Educação traz oficina de percussão para os alunos da escola Darcy Ribeiro. Os estudantes se apresentaram nas escolas Silvio Martini, Coopec e no próprio Darcy Ribeiro. Professor Rafael, mais conhecido como Profetinha, é o responsável pelas oficinas e fala das apresentações que foram realizadas e sobre o objetivo da atividade musical. Confira a entrevista:

-Quais músicas foram tocadas nas apresentações ?

R: Apresentaremos os ritmos que estudamos neste 2° semestre, ritmos contemporâneos como Hip Hop , Funk e Samba.

-Onde foram realizadas as apresentações?

R:Teremos apresentações Na própria Escola e também na Coopec , escola Silvio Martini

-Qual a importâncias dessas apresentações?

R: Cada apresentação é uma meta, um alvo para atingirmos e o objetivo é mostrar aos alunos o resultado dos ensaios e da dedicação de cada um. Aproveitamos também para fazer uma analogia mostrando a eles que na vida se eles se dedicarem, trabalharem e terem Fé vão conquistar seus Sonhos.

-Todos os alunos se apresentaram?

R:Não, somente se apresentaram os alunos que estivem nos ensaios e tiveram um bom comportamento em todas as oficinas do Projeto.

-Como foi as escolhas das musicas ?

R: Na verdade, não há uma escolha das músicas. É a sequência dos ensaios que resulta nas apresentações. Assim que concluímos uma batida, iniciamos outra e assim por diante.

-Quais são os instrumentos que o projeto tem em disposição e como e a distribuição deles aos alunos?

R:Atualmente usamos somente instrumentos de percussão. Todos começam com o surdo de alumínio, alguns meninos maiores tocam o bumbo de madeira ( maior tamanho e peso ) e também usamos a caixa (caixinha) que requer mais agilidade. Periodicamente, existe um teste que é feito para aqueles que desejam tocar a caixinha.

Texto feito pelo aluno Pedro.

CAMPEONATO DE FUTEBOL

Agenda, Entrevista, Esporte

Alunos do projeto Mais Educaçao participaram de um campeonato de futebol realizado na ECO do Santo Antônio. Na disputa também estavam presentes alunos do projeto Cidadão e da Escola de Futebol Unidos do STO. O campeonato foi realizado na quarta feira, dia 16 de setembro, no período da manha.

Apenas com alunos do projeto Mais Educação foram formados dois times que participaram da disputa. Mesmo com empenho, os dois times foram eliminados na primeira rodada ao perderem de 6×1 para o Unidos do STO e de 3×1 para o time do projeto Cidadão.

Apesar da derrota o aluno do Mais Educação Vinícius disse que “foi divertido fazer uma coisa deferente como esse campeonato, algo que não acontece sempre”. Kaio, também aluno do projeto Mais Educação, falou que não ficou “chateado com a derrota e que acabou gostando da brincadeira”.

Além da disputa em quadra os demais alunos ainda participaram das arquibancadas realizado coreografias e tocando musicas com instrumentos de percussão para amenizar o clima de derrota .

Participaram do campeonato os alunos: Vinícius, Devellen, Kaio, Mikael, Felipe, Gabriel, Luiz Gustavo, Wellinton, Matheus e Pablo.

Texto feito pela aluna Laisa dos Reis

Darcy Ribeiro marca presença no desfile de 7 de setembro

Agenda, Entrevista

A escola foi a primeira a desfilar e os alunos do projeto Mais Educação puderam aproveitar a oportunidade para colocar em prática todos os ensinamentos feitos nas aulas de percussão. Sob a tutela do professor Rafael Macedo, também conhecido como Profetinha, os alunos agitaram o desfile com batidas de hip-hop e samba.

Além da bateria formada pelos alunos do projeto Mais Educação, a direção da escola também utilizou o desfile de 7 de setembro para apresentar para a população projetos e iniciativas que tem ganhado destaque dentro da escola como é o caso da Camerata Jovem Beethoven e do Clube de Astronomia de Rio Preto, que é mantido dentro do Darcy.

Confira abaixo a entrevista do coordenador do projeto Mais Educação Adinã Vedroni sobre o desfile de 7 de setembro:

-O que você achou do desfile? Qual foi a maior dificuldade?

R: Achei excelente, fiquei muito feliz e todos estão de parabéns. A maior dificuldade foi a chuva, os raios e os trovões, mas o tempo passou e (o céu) ficou limpo e todos nós fizemos um ótimo desfile.

-Você acha que as aulas de percussão do projeto Mais Educação pode trazer algo de diferente para os alunos e até para o Brasil?

R: As aulas de percussão acontecem duas vezes por semana e a duração é de duas horas por dia. As aulas são realizadas no contra turno dentro do período integral do Darcy Ribeiro. A percussão traz um resgate do civismo brasileiro além de desenvolver disciplina, ritmo e responsabilidade entre os alunos.

-Você acha que em um próximo desfile talvez os mesmos alunos participem?

R: Sim, espero que os mesmos alunos e outros mais que possam chegar e aproveitar a oportunidade de aprender mais com o nosso projeto.

Entrevista feita pela aluna Samira